Olá Visitante! Faça seu login para acessar o seu perfil.

Área do Cliente / Credenciado

Ainda não possui um plano Saúde ? Contrate a e+Saúde e tenha acesso a
consultas e exames por um preço $
que caiba no seu bolso!
Contrate Agora

31 OUT

Fazer muitas horas extras aumenta risco de AVC, diz estudo

Entenda como o trabalho em excesso eleva as chances em até 33%

Trabalhar mais de 55 horas na semana aumenta risco de AVC, mostra estudo

Ficar no ambiente de trabalho mais por esse tempo eleva em 33% as chances do problema

Trabalhar duro é importante, mas é preciso tomar cuidado com o tempo extra que você passa no escritório: um novo estudo aponta que as horas a mais no trabalhopodem aumentar risco de AVC e outras doenças cardiovasculares.

O estudo foi publicado no dia 19 de agosto na revista científica The Lancet e é uma análise de 25 estudos envolvendo no total mais de 600 mil pessoas dos Estados Unidos, Europa e Austrália. Elas foram analisadas por oito anos e meio. Além dos dados publicados, os cientistas coletaram outros dados de bancos com os pesquisadores dos estudos analisados.

Nesses dados, eles perceberam que pessoas que trabalham até uma hora mais por dia tem 10% mais chance de ter um AVC nos próximos anos. E o risco aumentava progressivamente: pessoas que trabalhavam de 41 a 48 horas semanais tinham 10% mais de risco. As que trabalhavam de 49 a 54 horas semanais tinham um perigo 27% aumentado. Já as pessoas que tinham uma carga horária de 55 horas semanais corriam 33% mais risco de ter um AVC e 13% mais perigo de apresentar uma doença coronariana.

O alto risco continuava mesmo quando outros fatores de risco eram levados em conta, como tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas e falta de atividade física.

Para os especialistas, isso provavelmente ocorre devido ao estresse, mas eles não chegaram a conclusões de qual o mecanismo envolvido nessa associação.